A atriz da novela será supostamente a chefe de cultura do Brasil, Entertainment News

Uma famosa atriz de novela se reuniu com o presidente Jair Bolsonaro na segunda-feira para falar sobre se tornar secretário de cultura, substituindo um homem demitido por um discurso que parecia citar o ministro da propaganda de Adolf Hitler, Joseph Goebbels.

“Estamos comprometidos”, disse a atriz Regina Duarte, 72, após encontro com Bolsonaro, segundo nota divulgada por seu gabinete.
Ele disse que Duarte irá à capital Brasília nesta quarta-feira para conhecer o complexo da secretaria de cultura.

“Tivemos uma excelente conversa sobre o futuro da cultura no Brasil. Iniciamos um ‘compromisso’ que pode valer a pena para o país”, postou Bolsonaro posteriormente.

Órgãos de imprensa locais disseram que Duarte será, de fato, nomeado secretário da Cultura.

Duarte estrelou muitas novelas brasileiras ao longo de sua carreira de cinco décadas na televisão.

Após o encontro com o presidente, a mídia local informou que Duarte havia solicitado um período de experiência como secretário de Cultura.

Depois de assumir o poder há um ano, Bolsonaro rebaixou o Ministério da Cultura a uma secretaria que fazia parte do Ministério da Cidadania e depois o transferiu para o Ministério do Turismo. Duarte seria a quarta pessoa do Bolsonaro a ocupar o cargo.

Ele ficou disponível na sexta-feira depois que o homem que o segurava, Roberto Alvim, foi demitido por um discurso no qual ele apareceu para citar o ministro da propaganda de Adolf Hitler, Joseph Goebbels.

“El arte brasileño durante la próxima década será heroico y nacional”, dijo Alvim, sentado detrás de un escritorio mientras miraba intensamente a la cámara, con una foto de Bolsonaro detrás de él, una bandera brasileña a un lado y una cruz de dos barras ao lado. outro.

“Será dotado de uma grande capacidade de envolvimento emocional e também será imperativo, porque estará profundamente ligado às aspirações urgentes do nosso povo, ou não será nada”, disse em português.

O texto era semelhante às frases atribuídas a Goebbels em uma biografia escrita pelo especialista alemão em Holocausto Peter Longerich e publicada originalmente em alemão em 2010.

“A arte alemã na próxima década será heróica, decididamente romântica, objetiva e livre de sentimentalismo”, disse Goebbels no livro, citado em alemão.

“Será nacional com muita intensidade e também imperativo ou não será nada”.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply


Copyright © arturhoje.com.br.
arturhoje.com.br is a participant in the Amazon Services LLC Associates Program, an affiliate advertising program designed to provide a means for sites to earn advertising fees by advertising and linking to Amazon.com.br. Amazon, the Amazon logo, AmazonSupply, and the AmazonSupply logo are trademarks of Amazon.com, Inc. or its affiliates.
….
Artur Hoje