Escultura vaginal no Brasil gera debate sobre questões de gênero

Uma enorme escultura de vagina vermelha brilhante em uma montanha no nordeste do Brasil tem como objetivo inspirar a relação sexual, não o tipo sexual, mas um diálogo sobre questões de gênero, particularmente comovente sob o governo conservador do presidente Jair Bolsonaro.

A artista Juliana Notari criou a vulva de 33 metros, intitulada “Diva”, com a ajuda de mais de 20 pessoas, que escavaram um canavial rural em Pernambuco para fazer uma rachadura que, segundo informa ela também se parece com “uma ferida ..”

“Em ‘Diva’, eu uso a arte para me envolver com questões que se referem a questões de gênero de uma perspectiva feminina”, disse Notari no Facebook.

A escavação revestida de cimento com seis metros de profundidade levou quase 11 meses para ser concluída, mas toca em questões “que estão se tornando cada vez mais urgentes”, disse Notari.

O Brasil está passando por uma onda de ultraconservadorismo que levou Bolsonaro ao poder em 2019 e criou um debate polarizado sobre questões de gênero, incluindo temas quentes como o aborto.

Desde 2003, Notari “trabalha com a anatomia feminina e busca provocar discussões sobre tabus sexuais impostos às mulheres”, afirma o material oficial da escultura.

“Também é uma ferida”, disse Notari sobre a escultura.

O trabalho tem sido objeto de ridículo e crítica, com um usuário do Facebook postando que “se ele queria 15 minutos de fama, ele conseguiu”, enquanto outros aplaudiram a capacidade do artista de criar espaço para reflexão.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply


Copyright © arturhoje.com.br.
arturhoje.com.br is a participant in the Amazon Services LLC Associates Program, an affiliate advertising program designed to provide a means for sites to earn advertising fees by advertising and linking to Amazon.com.br. Amazon, the Amazon logo, AmazonSupply, and the AmazonSupply logo are trademarks of Amazon.com, Inc. or its affiliates.
….
Artur Hoje