• Portais do Grupo Hoje Comunicação

Última homenagem a Eduardo Leite

Mãe de Eduardo diz que “ele viveu intensamente e aproveitou a vida”.

No dia 23, o HOJE noticiou a morte de Eduardo Leite, de apenas 26 anos. Depois do seu sepultamento, que foi no dia 24, às 10 horas da manhã, o HOJE conversou com sua mãe, Luciane dos Santos, para que pudéssemos fazer sua última homenagem.

Em um banco ao lado do Velório Municipal, entre abraços de amigos, ela nos atendeu com carinho e falou com orgulho do filho Eduardo.

Mãe
“O Eduardo era um rapaz feliz, com ele não tinha tempo ruim, uma prova do que eu estou falando é a quantidade de amigos dele que estiveram conosco nesse momento, mas não só agora. Sempre foi assim, nossa casa vivia cheia de amigos”.

Eduardo sempre foi muito carinhoso com todos (pai, mãe e irmão). Mas, ele tinha um carinho especial com sua avó, a Dona Nélida. Ele dizia que ela era mulher mais importante de sua vida.

Mãe

“Sabe, eu amava muito meu filho, embora ele tivesse os defeitos dele, as qualidades se sobressaiam. Posso dizer que ele viveu a vida intensamente.  Algumas vezes ficava abalado, mas sempre conseguia dar a volta por cima. Eu tenho minha consciência tranquila. Tudo que eu podia fazer, eu fiz, assim como o seu pai Zé Leite, que embora não morasse junto com a gente, sempre esteve presente na vida dos filhos Eduardo e Henrique. Todos passamos por momentos bons e ruins, alguns  não conseguem lidar da melhor maneira com situações conturbadas, outros sim“.

Dona Luciane conta que o seu filho era hiperativo, mas que a maneira intensa com que ele vivia, fazia com que todos a sua volta estivessem muito felizes. Até mesmo quando o ambiente estava pesado, ele estava bem; o clima com ele era bastante contagiante.

                                                    Mãe

“É dessa maneira que nós da família queremos  lembrar do nosso Eduardo, como alguém que fazia o bem, independentemente das suas atitudes, e esse é o legado que o Eduardo deixou nessa sua passagem breve pelo nosso mundo. E todos nós, Luciane, Zé Leite, Henrique, Nélida o amaremos por ele ter deixado tantas lembranças boas e nossos corações”.

 

 

Nós do HOJE, ficamos muito tristes pela fatalidade que ocorreu na sua família dona Luciane. Esperamos sinceramente que vocês consigam lidar com essa situação e guardem somente as coisas boas que Eduardo lhes proporcionou. CONTE CONOSCO.