Valentina Sampaio faz história como a primeira modelo trans a aparecer na Sports Illustrated

Valentina Sampaio, uma modelo brasileira que fez história ao se tornar a primeira modelo transgênero a aparecer na edição de maiô da Sports Illustrated, disse a revista americana na sexta-feira. Valentina vem de uma pequena vila de pescadores no Brasil, mas aspira usar sua plataforma para lutar pelos direitos trans. Em um vídeo em seu Instagram, ela compartilhou como a beleza do Brasil era o completo oposto da brutalidade e do ódio enfrentados pela comunidade transgênero no Brasil. Ele também acrescentou que 129 pessoas trans foram mortas no Brasil apenas em 2019.

A modelo tem várias conquistas para seu nome, incluindo se tornar a primeira mulher trans a aparecer na capa da Vogue Paris em 2017 e ser a primeira modelo abertamente transgênero a ser contratada pela gigante da lingerie Victoria’s Secret. Sports Illustrated é uma marca que pode ser repetida, e Valentina é acompanhada por supermodelos como Heidi Klum e Tyra Banks, que também apareceram na revista. Na verdade, de acordo com um relatório da AFP, durante anos a Sports Illustrated apresentou apenas modelos brancos, mas acabou diversificando. Em 1997, Tyra se tornou a primeira mulher negra a aparecer na capa.

De acordo com a Sports Illustrated, a sessão de fotos de Valentina aconteceu na Ilha Scrub, nas Ilhas Virgens Britânicas. Compartilhando sua empolgação com o recurso, a modelo de 23 anos escreveu em seu Instagram: “Estou animada e honrada por fazer parte da icônica edição de maiôs da Sports Illustrated. A equipe da SI criou outro tema inovador ao reunir um grupo diversificado de mulheres bonitas e talentosas de uma forma criativa e digna.

Ela continuou: “Eu nasci trans em uma remota e humilde vila de pescadores no norte do Brasil. O Brasil é um país lindo, mas também abriga o maior número de crimes violentos e assassinatos contra a comunidade trans do mundo, três vezes mais que os Estados Unidos ”.

Compartilhando suas lutas como pessoa trans, Valentina continuou: “Ser trans geralmente significa enfrentar portas fechadas para o coração e a mente das pessoas. Enfrentamos risos, insultos, reações de medo e violações físicas apenas por existir. Nossas opções para crescer em uma família amorosa e tolerante, ter uma experiência escolar frutífera ou encontrar um emprego decente são inimaginavelmente limitadas e desafiadoras. “

A modelo brasileira também compartilhou um vídeo dela mesma falando para a Sports Illustrated, onde fala sobre as dificuldades de ser trans no Brasil. Ela legenda o vídeo: “Sinto-me forte e inspirada para lutar, não apenas por mim, mas por todos que enfrentam a discriminação.”

Siga mais histórias no Facebook e Twitter

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply


Copyright © arturhoje.com.br.
arturhoje.com.br is a participant in the Amazon Services LLC Associates Program, an affiliate advertising program designed to provide a means for sites to earn advertising fees by advertising and linking to Amazon.com.br. Amazon, the Amazon logo, AmazonSupply, and the AmazonSupply logo are trademarks of Amazon.com, Inc. or its affiliates.
….
Artur Hoje